PROFESSORES

FRANTHIESCO BALLERINI

Jornalista e Mestre em Comunicação Social com especialização em audiovisual e jornalismo cultural, Franthiesco Ballerini tem quase 20 anos de experiência no mercado, em especial nos segmentos de comunicação e artes. Iniciou a carreira como trainee de comunicação de grandes empresas, como Akzo Nobel e Novartis, tendo ingressado num dos maiores jornais da América Latina, O Estado de S.Paulo, ainda muito jovem. No Grupo Estado, acumulou experiência de repórter, redator, crítico de cinema e correspondente de reportagens especiais em países como EUA, Índia, Canadá, México e Argentina. Em mídia impressa, colaborou para revistas especializadas como Cult e Bravo!. No rádio, atuou como colunista cultural da Rádio Eldorado e, na televisão, como colunista de cinema para a TV Gazeta.

Antes de fundar a Ethos Comunicação & Arte, acumulou também quase uma década de experiência acadêmica. Foi coordenador geral de cursos da Academia Internacional de Cinema, tendo gerenciado uma equipe de colaboradores e professores e desenvolvido mais de 40 cursos livres. Conhece o ensino de comunicação e de artes a fundo, atuando como professor de grandes instituições como FAAP, UMC e Faculdades Integradas Rio Branco.

Seus livros são referência no mercado. Diário de Bollywood é o primeiro livro em língua portuguesa sobre o cinema indiano no mundo; Cinema Brasileiro no Século 21 é consulta obrigatória para quem estuda e trabalha com audiovisual no Brasil; Jornalismo Cultural no Século 21 é fruto de três anos de pesquisa e atualização editorial nesta especialização; e Poder Suave, com prefácio do ex-ministro da Cultura Juca Ferreira, é publicação única no mundo, abordando o poder de persuasão da arte e entretenimento. Produziu filmes, como o documentário Bollyworld e Legacy, este feito para a marca italiana Giorgio Armani, e Nome, seu primeiro trabalho de direção e roteiro, tendo participado de seis festivais nacionais e internacionais.